Dia mundial da água

Como reaproveitar a água da sua piscina?

Hoje celebra-se o Dia Mundial da Água e por isso mesmo mostramos-lhe como reaproveitar a água da sua piscina para que não tenha que a trocar!

Se está a pensar que tem a água da sua piscina extremamente turva ou esverdeada e considerou a hipótese de esvaziá-la e enchê-la novamente porque parece ser a melhor solução, pense duas vezes! Porque essa não é necessariamente a melhor alternativa.

Outro fator muito importante que se deve ter em conta é a questão da manutenção regular da piscina. Se tiver os cuidados necessários durante o período de inverno, como por exemplo utilizar um invernador, quando chegar a hora de reabrir a piscina, terá apenas que seguir estes passos:

  1. Sistema de Recirculação
    Verificar o estado dos componentes (pré-filtro da bomba, turbina, skimmers, ralo de fundo, tubagem e válvulas), a velocidade de escoamento da água (< 2m/s) e o caudal de recirculação ou débito da bomba (m3/h).
    Fazer a limpeza do pré-filtro: com a bomba desligada, fechas as válvulas; abrir a tampa e retirar o cesto e remover os resíduos; reposicionar o cesto de forma a não haver obstrução à passagem da água; encher o pré filtro com água e fechar a tampa.O caudal de recirculação de uma instalação deve assegurar a realização de um ciclo de filtragem de 4 a 6 horas (é o mesmo que dizer que todo o volume de água da piscina deverá passar no filtro até 4 a 6 horas);
  2. Sistema de Filtragem
    Para uma piscina limpa, é essencial que a filtragem seja o mais eficiente possível. Para isso, deverá proceder à regeneração da carga filtrante da seguinte forma: abrir o filtro de areia e o bujão e vazar o filtro; retirar os resíduos acumulados à superfície; preparar a solução desincrustante a 10% e cobrir até 20/30cm acima da carga; colocar a tampa sem fechar e deixar atuar 4-8 horas; lavagem prolongada ao filtro (até sair água limpa e o pH da lavagem igualar o pH da água de entrada).
    Após a regeneração, deverá fazer uma hipercloragem com cloro (10 ppm cloro livre), mantendo em recirculação durante 12 horas.
  3. Limpeza
    A recuperação da água passa também por operações de limpeza tais como: a aspiração de folhas do skimmer, a remoção de resíduos com um camaroeiro da superfície e do fundo; a escovagem das superfícies; a limpeza do cesto pré-filtro da bomba; a aspiração das paredes e fundo para esgoto.
  4. Tratamento da água
    Por último, deverá ajustar os níveis do pH para 7 – 7.4 para assegurar a eficiência do floculante. Tenha em atenção que deverá medir os níveis de pH e cloro pelo menos duas vezes por semana e que os níveis de cloro deverão ser mantidos entre os 0,5 e 1,5 mg/l. É importante garantir a máxima eficiência na filtragem.

Naqueles casos em que a água da piscina é negligenciada, a desvantagem é que no momento em que decidir limpá-la, vai ser necessário uma intervenção mais agressiva. É o chamado tratamento de choque, um processo em que a água recebe a super coloração ao mesmo tempo em que é submetida à ação de decantadores, algicidas e estabilizadores de pH.

Por isso, não se esqueça, uma manutenção preventiva regular da sua piscina pode fazer toda a diferença no momento da reabertura!